AS ÁRVORES DO PLANALTO


12559_446565005392439_1156456552_n (1)AS ÁRVORES DO PLANALTO
São moribundas as árvores
Do planalto.

Retalhadas pelo meio,
São desfigurados cepos
Mostrando a nudez
Em chagas,
Caladas,
Impiedosamente mutiladas!

Já não erguerão ao céu,
Os hirtos ramos
Clamando a Primavera,
Nem beberão a água
Às chuvas da estação prometida.

São ocas
Todas as árvores do planalto.

Parecem um manto profanado
De ingratidão,
Destroçadas raízes
Vibrantes ainda,
Teimosas de vida,
No ventre da Terra Mãe…

no terno ventre da terra mártir!

© Célia Moura – Jardins do Exílio – “Hugin” – Editores – 2003
(Ilustração – Obra de Salvador Dalí)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s