No Leito de Mim


65369_448870175196810_45167686_n (1)No Leito de Mim
Quando tu partires
E eu for casulo
Inventarei novos sonhos,
Trilharei caminhos de serpentes
Hei-de morder películas
De amantes felizes,
Lambuzar-me de chocolate quente
No teu corpo gélido,
E gritar orgásticas gargalhadas.
Hei-de clamar novos amantes
Ainda que os não deseje…

Mas o céu brilhará
E eu resplandecerei
E serei de novo borboleta azul
Catarse de nós
E da promessa dessa terra fértil
Entre os riachos,
Menina a brincar
Infância perdida
Amores que derramei
No leito de mim
Parida de Amor.

© Célia Moura (A publicar)
(Ilustração – Michael Papendieck Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s