O Festim Dos Porcos


995107_489430304474130_943828946_n (1)O Festim Dos Porcos
No meu país quem tem carácter,
Talvez tenha que retirar bolor do pão
Para fazer uma simples torrada
Tem que saborear o amargo fel
De chorar em silêncio
E em silêncio estender as mãos
Ao nada
Porque nada é o que existe
Para quem trabalha
E negativo para os que nem isso conseguem…
Um trabalho!
A decência de um salário justo
No final de cada árdua jornada
Já que “digno é o obreiro do seu salário”*

Tem que mendigar as sobras
Do capitalismo
Que ele mesmo com seu suor
Criou,
Tem que rebolar na lama dos porcos
Aqueles sôfregos porcos que ele alimenta
A cada dia que passa

No meu país que tem valor é ultrapassado,
Quem tem valores
É ultrajado!

Na Europa onde este país está plantado
Existem Leis para tudo e para nada
Cada uma sendo modificada consoante
As vontades de alguns “aporcalhados”
Não existe um limite para nada,
A não ser para o pobre assalariado
O povo,
Aquele que para o Estado não passa de mais um número
A ser devidamente comido
E bem digerido, a cru…

No meu país todo o crime compensa
A justiça é uma farsa
Mas sabe dar vergastadas
Sangrar até à morte
Na alma dos pobres.

Nesta Península
Outrora digna,
Vitoriosa,
A escorrer Vida,
Hoje alimentamos porcos.

Haverá alguém capaz
De controlar a praga?!

A praga das insaciáveis sanguessugas
Sorvendo sangue inocente
Por todas as praças,
Idolatrando o poder dos tais bácoros
Nas Assembleias gerais,
Vomitando a náusea
Deste abismo
Que me fere os olhos
De ver tanta merda
Acobardada!

*Timóteo 5:17:25

© Célia Moura – A publicar “Terra de Lavra”
(Ilustração – Andrea Burridge Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s