Quando eu morrer


2011-01-25-a-obra-de-sophia-tao-luminosoa-e-opaca-mete-medo-as-pessoas-diz-a-filha-da-poeta“Quando eu morrer voltarei para buscar
Os instantes que não vivi junto do mar.”

Sophia de Mello Breyner

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s