Eu digo raiz


1240151_520168061400354_782511607_nEu digo raiz
Tu dizes talvez
Eu digo mar
Tu dizes loucura
Eu digo infância
Tu dizes àlcool puro
Eu grito loucura
Tu cospes infâmia…

É feita de alcatrão esburacado
Esta estrada onde nos sentamos sós
À margem de um rebanho
Mesmo na berma do silêncio
Que nos executa a esta condição
De sermos pó.

© Célia Moura – A publicar “Terra de Lavra”
(Ilustração – Benoit Courti Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s