Não abras a boca, não faças nada


10388130_678287395553531_4782768617845224802_n (1)Não abras a boca, não faças nada, não opines coisa alguma, não chores, nem sequer sorrias, e muito menos te mostres.
Acautela-te como se todos os dias aprendesses a gatinhar.
Tudo em ti, o que és, e principalmente o que nunca serás, será barbaramente julgado e suficiente para criares grandes inimizades.
Limita-te a existir ou serás aniquilado.

© Célia Moura
(Andy Prokn Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s