Eu sou como a escrava rebelde


12801363_947921695256765_2781047067972963680_nEu sou como a escrava rebelde
Que leva com a chibata
Erguendo sua carta de alforria
Até seu grito se tornar um hino
E ainda que prostrada de tanta chibatada,
Sangrando no silêncio da morte
Leva a liberdade num derradeiro sorriso
E a paz no espírito do seu povo.

© Célia Moura (02/03/2016)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s