Bafejou-me Vénus


13524530_1323726014307499_7000211514285886598_nBafejou-me Vénus
de fina caxemira a transbordar
Com seu hálito de luar.

Veio adormecer
meu corpo prometido,
teu porto de abrigo.

Brindou-me
cintilando na convocação
dos astros,
trazendo estrelas pendentes
nos cabelos do firmamento.

Firmou secretos suspiros de jasmim
nas linhas esbatidas do sono,
e ficou a sussurrar pacíficas melodias
entre os escombros
da vulgaridade.

© Célia Moura – in “Jardins Do Exílio” – Ed 2003
(Ilustração – Botticelli)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s