PARA SEMPRE


1391451_582708108444794_1563731077_nPARA SEMPRE
Imagino-te a ternura
e as lágrimas
que te emergem o Ser
como um secreto jardim,
revelado somente
no sossego das estrelas
em teus cabelos de luz,
adormecidos na divina imensidão.

Sei da essência
em que te celebrei Amigo,
constante gestação
meu irmão de Liberdade
em hinários de vento suão…
…e, em homenagem viva
consagro tua inabalável força
bailando entre os girassóis na clareira das manhãs
sorrindo;
cúmplice revoada em todas as marés
que embalo nos meus braços.

Connosco há-de permanecer
a voz da água em sinfonia pelos riachos
o clamor mais sublime
das madrugadas
evocação de Luz
Verdade Maior
entre os cardos!

Connosco,
Amigo da minha alma
há-de permanecer
em memorial concebido
a magnificência de um fado ancorado
ao cais do silêncio
guitarras trinando o esplendor do Destino!

Ao querido Amigo José Luís Martins, esta celebração de Destino – “A Amizade é um Amor que nunca morre.” – (Mário Quintana)

© Célia Moura – Do livro “Enquanto Sangram As Rosas…” 16/10/2011
(Ilustração – Lee Boogle Painting)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s