Quero erguidas em haste


10277282_640441342706358_1970073506664433606_n (1)Quero erguidas em haste
Todas as palavras do meu ventre
Em flor
Neste gemido de saxofone
E madrugadas novas
Sem temor algum
Quando tua boca me saborear
O sexo
Na tesão das tempestades
Que teimam em gritar licor
De chocolate
E em todos os teus risos
Me perco
Para me reencontrar no sémen
Das lágrimas.

Quero erguidas em haste
Todas as palavras do meu ventre
Em flor
Neste gemido de saxofone
E madrugadas novas
Sem temor algum
Quando tua boca me saborear
O sexo
Na tesão das tempestades
Que teimam em gritar licor
De chocolate
E em todos os teus risos
Me perco
Para me reencontrar no sémen
Das lágrimas.

© Célia Moura – A publicar – “No hálito de Afrodite” (08.Abril.2012)
(Fabian Perez Painting)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s