Trago ao peito balas


abelhao-negro-bebendo-nectar-das-flores-de-castanheiro-da-indiaTrago ao peito balas,
baladas e sinto-me como estátua consumida
e nua da praça
onde só poderão evitar catástrofes
teus lábios sedentos
pelos mamilos de Vénus
em meu ventre.

Vai!
Encontra o néctar das palavras interditas
em minha púbis
jasmim, chocolate quente
licores.

Sacia-me de flores!

© Célia Moura (20/09/2016)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s