Ouso esfacelar-me em teus ombros


537394_329803697068571_428149007_n (1)Ouso esfacelar-me em teus ombros
Como um grito
E em delírio te devoro qual licor dourado
Pousado
Nas minhas coxas sôfregas de tua boca
Amado

Ouso embalar-te meu menino,
Entre o segredo de nós
E a alvorada.

© Célia Mouraa – publicar “No Hálito de Afrodite”  21/03/2012

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s