A Palhaça Feliz


13343127_1003801489668785_1298768848058847240_nA Palhaça Feliz
Ela é a palhaça do vosso palco,
Aquele que olhais sem ver ou sentir
Ah reles cegueira!

Mulas que os homens levam
Para o terreiro,
Cabras pastando em pleno deserto
Mastigando areia!

Antes ser palhaça e rodopiar labirintos em redor da loucura
Do que saborear vossas peles insonsas,
Vossos olhos de víboras
Largando a pele estrada fora!

Sussurra-me a ternura:

– Palhacita, sorri para mim!

Sorrio num gesto largo e longinquo
Sobrevoo vosso palco imundo
De mãos dadas com tantos iguais a mim
E balões cicatrizados de lilás e púrpura.

Sou Palhaça e sou feliz!

Antes ser ignóbil palhaça do vosso circo
Do que poesia na lavagem dos porcos
E roer ossos às escondidas por detrás dos risos!

© Célia Moura, inédito 2016

Anúncios

2 pensamentos sobre “A Palhaça Feliz

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s