MOMENTO


1489194_582141455203014_1408963571_n (1)MOMENTO
No delírio do teu sexo
Me enalteço,
Então deixa-me ficar amor
Entre o silêncio,
Os cardos,
Os seios das vielas,
Os lamentos das viúvas.

No devaneio das tuas mãos
Me ergo,
Então deixa-me ser a fúria em alto mar,
O aconchego do teu lar,
Todos os Poemas que só saberei escrever
No teu olhar.

© Célia Moura – A publicar – “No hálito de Afrodite” 06/01/2012 – Ed 2014 (in Antologia Erótica “Asas De Amor”)
(Ilustração – Rob Hefferan Painting)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s