CENTELHA DE VIDA


1010118_613516758732150_1687574057_n (1)CENTELHA DE VIDA
És meu rio de prata,
Diz-me que mar
Te acolhe o pranto!

És minha fonte,
Minha pia baptismal,
Meu ritual,
Vem,
Sacia-me a fronte!

És meu caminho de luz
Minha capela de cristal rosa,
Meu jardim imenso,
Desvenda-me o riso das flores!

Sê minha centelha em fogo,
Minha centelha de vida,
Minha humilde casa!
Ensina-me a maior dádiva!
Que teu fôlego
Seja meu pão de cada dia
E tua promessa,
Uma marcha nupcial
Um hino que me emudeça a voz.
Um fruto!

Que teu horizonte
Sobre meu corpo venha,
Em chama
E se detenha sereno
No meu ventre.

© Célia Moura, in “Vestida de Silêncio” (26/09/2012)
(Alex alemany painting)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s