NO MEU SONO


971413490NO MEU SONO
No meu sono há cães que sonham
e choram encostados à poltrona verde
de uma sala antiga,
há a minha própria foto
em campa rasa
que nem sequer tinha sido aquela que eu gostava
mas precisamente a outra
em que estou com ar de parva.

No meu sono
há gatos enroscados ao longo das paredes
por todos os lugares onde habito,
e histéricas gargalhadas
pelas ruas onde passo.

No meu sono há génios.

Génios mutilados de alfazema,
sobreviventes ao massacre.

No meu sono há crianças paridas
e perdidas,
desdentadas,
enfermas
ao colo da vida,
por vezes também há meninos e meninas
felizes,
elas usam tranças com laços cor de rosa,
eles jardineiras de ganga…

No meu sono há inquietações,
alucinações,
há órfãos de todas as classes.

Encostado ao meu sono
há sempre um cão que chora
um cão que sonha.

© Célia Moura, a publicar “Terra De Lavra” (21/08/2013)
((Ilustração – Tom Chambers Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s