Tuas mãos ao redor dos meus ombros


10915247_766031913480633_2770803847852180462_nTuas mãos ao redor dos meus ombros
Sempre me elevam
Ao elixir da vida
Anunciando-me regressos
Papoilas enamoradas,
Girassóis transbordantes
Da ascese prometida.

Sempre que vens e me possuis
Sobrevives-me de cristalinas águas
Em teus braços
Que mais me poderá importar?

Guardo-te no leito do meu rio,
Isso me basta.

© Célia Moura – a publicar (“No hálito de Afrodite”) 22/09/2014
(Alfred Weisseneggner Photography)

Anúncios

Deixar um comentário:

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s