Fui eu quem te chupou os seios


Fui eu quem te chupou os seios
e te trouxe prenhe de desejos
às amarras do meu peito.

Fui eu sim
esse homem a quem ofertaste poesia de menina
belíssimas pétalas brancas
caídas do teu ventre
onde permanecerei semente.

© Célia Moura, Janeiro de 2018
[Foto – (desconhecida a sua autoria)]

Anúncios