Poema Inacabado


Art/e (c) Aurelio Monge photography

Poema Inacabado

Que tenho eu convosco
ó gentes?!
Sistema corrompido, infecto
e imundo
que tenho eu contigo
se sou bicho
e na alma dos cães me revejo?!
Se amo os campos e o inatingível,
no fogo me purifico
ao mar me entrego
e apenas pelas palavras sou.

Soubessem todos os vendidos
como é ser poesia, peregrina,
animal, ternura
e paz em guerra dura!

Que tenho eu convosco
ó gentes,
ó Sistema imundo
se de tanta riqueza e soberba sois abastados?!

Eu que sou feita de nada e trago coisa nenhuma.

© Célia Moura
(Aurelio Monge photography)

Anúncios