A memória dos átomos


memoria-dos-atomos

(c) “Google”

A memória dos átomos
fundir-se-à na alma das paredes que fluem como rios
diante dos olhos dos cegos
e das ruínas com que ostracizaram
sublimes rostos nascidos em alvorada.
E jamais serão de alguém!

© Célia Moura

Anúncios