Já sofri demais com julgamentos vãos


(c) Pixabay photography

Já sofri demais com julgamentos vãos, já perdi anos da minha vida pensando em como agradar ao meu próximo sem o conhecer de lado algum e também já senti na pele a violência de ser “diferente” por alguns a quem eu jamais agradaria. Mas isso nunca me demoveu de ser eu.
E hoje mulher feita, estou-me nas tintas para o que o mundo pensa de mim.
Importa-me saber sim o que a minha consciência pensa, o que Deus poderá pensar de mim!

© Célia Moura
(Pixabay photography)

Anúncios