Mão Na Mão


“Pixabay” photography

Mão Na Mão

Conheço demasiadas pessoas que não dizem o que sentem, umas por não conseguirem expressar seus sentimentos, outras por orgulho e também existe quem não sinta, isto é, não sinta nada de bom em relação à vida, ao próximo e até a si próprio.

Todos os dias temos oportunidade de dizer que amamos, todos os dias temos hipótese de demonstrar de algum modo, Amor, no entanto vamos adiando como se “tivéssemos todo o tempo do mundo”, mas não temos.
A verdade é que ninguém pede para nascer, e por mais poder, dinheiro, influências que se possam possuir, todos nós um dia havemos de morrer, não sabendo nem quando, nem como!

Então, “deixemos de adiar o amor” para amanhã, como disse e bem o fabuloso poeta Eugénio de Andrade.
O que de bom tivermos que fazer, façamos hoje e sejamos gratos sempre que a vida nos der a oportunidade de ajudar alguém.
Isto porque o amanhã pode ser tarde demais.

Com Amor para os que gostam de mim, mas sobretudo para os que me julgam, condenam, desprezam e talvez até odeiem.

Paz, Saúde & Gratidão.

(c) Célia Moura
(Imagem – “Pixabay” photography)