Que a hera se entrelace


(c) Steve Hanks painting

Que a hera se entrelace,
me trespasse e asfixie
todos os sonhos de menina!

Que tua boca em mim seja
delírio e abandono
e que entres em mim
liberto,
que me penetres como se me amasses,
como se me matasses
até meu corpo não suportar mais prazer
porque sou como a hera que se dá
mas também sou o pão da tua mesa
as botas dos teus pés.

Que eu morra em teus braços
meu amor,
pois sou a foz onde desaguam prantos.

(c) Célia Moura poesia
(Steve Hanks painting)