Quando Te Deitares Comigo [VIDEO-POESIA]


Quando te deitares comigo Continuar a ler

Anúncios

MONÓLOGO DE UMA TRAPEZISTA LOUCA


1098095_505115996238894_1107965312_nMONÓLOGO DE UMA TRAPEZISTA LOUCA
Cansei dos móveis castanhos, do homem dos cigarros, da menina da padaria, da cerveja tirada do barril à pressão
Cansei dos olhos verdes, pardos, azuis, inebriados a ódio ou paixão e o raio que os parta, mais as lentes de contacto cosméticas para criar ilusão! Continuar a ler