Que me arranque do chão


Art/e (c) Alexander C. Kokkinos photography

Que me arranque do chão
Esse grito
De silêncio
E puro absinto
Porque a vereda é larga
E eu sou somente
Pensamento
Sofrendo em mim Continuar a ler

Anúncios

Se Eu Fosse o Teu Poema


Art/e (c) Monika Luniak painting

Art/e (c) Monika Luniak painting

Se Eu Fosse o Teu Poema
Ah se eu fosse poema
Haveria de te degustar amada minha
Inteira tal como um trago de aguardente bem velhinha,
Sugar teus poros como aquele que se excita
Na prostituta mais imunda torneando a estrada
Como se torneasse teus mamilos
E ainda que viessem ninfas e
Orquídeas pelo meu sexo acima
Que me importaria! Continuar a ler

Que eu seja para sempre tua!


que-eu-seja

Art/e (c) Antoine de Villiers Painting

Que eu seja para sempre tua!
Que eu seja para sempre tua,
Fazendo e desfazendo
Indo e vindo como as marés!

Que sejas tu meu colo
De mariposa louca
Onde possa arder esta lava
Que me consome alvoradas
E toda a nossa casa uma fogueira
Dessa paixão onde ouso morder
Tua boca
Em vez da poesia… Continuar a ler